19 de Junho 2020

Árvores de flor: dê um toque de cor ao jardim

As flores servem de inspiração para a arquitetura há muito tempo. Podemos vê-las em edificações monumentais, como o Templo de Lótus, e obras de arquitetura espontânea, como a Casa da Flor. Com árvores de flor, você pode ter um pouco dessas obras no seu lar, transformando a decoração em arte inspirada na natureza.

Nas ruas, as árvores de flor melhoram a qualidade do ar, amenizam temperaturas e deixam a paisagem urbana mais agradável e sustentável. Já no jardim, elas trazem cor e paz. Veja como pode trazê-las de maneira apropriada para o contexto urbano e saiba que espécies são as ideais para se cultivar em casa.

Trazer árvores de flor para as cidades é fundamental para melhorar a qualidade de vida em diversos aspectos. Além da beleza natural contribuir para a estética urbana, a arborização ameniza o clima e proporciona mais conforto climático.

De facto, as árvores trazem não apenas conforto térmico — o que já é de grande auxílio em centros urbanos, que se transformaram em verdadeiras ilhas de calor com o passar dos anos —, mas também visual, acústico e luminoso.

NOS PASSEIOS E CALÇADAS

 rubicer-blog-01

Árvores de pequeno e médio porte podem ser colocadas em calçadas e passeios, mas precisam de autorização da Câmara.

Quem desejar estender o seu jardim para fora e enfeitar os passeios e calçadas com árvores de flor precisa, primeiramente, de uma autorização da Câmara.

A plantação de uma árvore inadequada para áreas urbanas pode provocar rebentamento de condutas, elevação das calçadas, queda de ramos durante vendavais, problemas na rede elétrica, frutos pesados que podem cair sobre carros e pessoas, e ramos que atrapalham a passagem.

Portanto, solicite o serviço e aguarde a autorização. Algumas Câmaras e Juntas de freguesia já contam com um planeamento de arborização urbana.

NOS TERRAÇOS

rubicer-blog-02

Veja como estas Buganvílias ficaram lindas com o revestimento de Parede Retro Cinza 60x60cm

Em pequenas casas e apartamentos, árvores de menor porte e frequentemente podadas são a escolha perfeita (Projeto: Renata Faria Scherer).

Já no terraço, as plantas de menor porte e crescimento rápido são mais fáceis de cuidar, pois exigem menos limpeza e manutenção.

Para facilitar ainda mais os cuidados, a pesquisa é fundamental. Escolha árvores que não tenham folhas, flores ou frutos venenosos, madeira frágil, espinhos e raízes superficiais e invasoras.

ÁRVORES FLORIDAS PARA CALÇADAS E JARDINS

Antes de investir neste tipo de árvore, é importante conhecer quais espécies não destroem calçadas ou afetam os cabos elétricos. Veja algumas sugestões para deixar seu jardim muito mais colorido.

IPÊ-DE-JARDIM (TECOMA STANS)

 rubicer-blog-03

Ornamental e de rápido crescimento, o ipê-de-jardim é muito resistente

Ipês são, geralmente, árvores de grande porte. Além disso, são muito resistentes a térmitas, o que diminui consideravelmente o risco de quedas.

No entanto existe uma alternativa, o ipê-de-jardim que é de pequeno porte — cresce de 4 a 6 m. É ideal para locais quentes, como o Algarve, pois requer sol pleno, mas também tolera geadas. Além disso, a sua floração é mais intensa no período quente, embora possa se estender até o outono.

As folhas têm bordas serrilhadas e as flores são semelhantes às do ipê-amarelo. É uma árvore ornamental e de rápido crescimento.

A árvore espalha-se por estacas (plantio de pequenas estacas de caule, raízes ou folhas em ambiente húmido) e sementes — que atrapalham a regeneração de espaços. Portanto, é essencial ter cuidado para que não se espalhe muito.

BUGANVÍLIA (BOUGAINVILLEA)

 rubicer-blog-04

A buganvília em formato de arvore ou trepadeira dá cor a qualquer jardim (Bougainvillea)

Embora a cor mais comum desta trepadeira seja o violeta, também é frequente encontrar variedades em vermelho, branco ou alaranjado a decorar fachadas do litoral mediterrânico ou atlântico. É nestas zonas que melhor se adapta porque o clima favorece a adaptação e o desenvolvimento.

 Adora o Sol pleno e prefere as paredes próximas da costa e orientação a Sul mas também pode ser cultivada em vaso ou como pequena árvore. Plantada sobre o terreno pode converter-se num exemplar muito volumoso, com ramos fortes e espinhosos até 10/12 metros de altura.

 Por isso, é necessário ir atando os ramos à medida que vão crescendo para que fiquem presos à parede ou a outra estrutura escolhida. As duas espécies mais comuns de buganvília são a B. spectabilis e a B. glabra.

 Mas as suas características são muito parecidas: ambas têm grande porte, rápido e fácil desenvolvimento, folhas perene, ovaladas e de consistência semicarnosa e enormes raminhos de brácteas florais que se agrupam no ápice dos ramos desde o início da primavera até ao inverno.

AZALEA E RHODODENDRON SPS.

 rubicer-blog-05

Veja que bonitos estes potes de azálias rosas e violetas combinados com as pedras naturais.

 A maioria das azáleas são originárias de regiões montanhosas, onde desfrutam de clima fresco e húmido, mas pode cultivá-las em qualquer zona, desde que em local adequado. Sobretudo, onde a sombra é uma constante: debaixo de grandes árvores, na zona oeste de um muro ou no interior de um pátio crescem bem e oferecem uma magnífica palete de cores. Ao aguentarem o frio, constituem a solução ideal para decorar o jardim no inverno, onde as pode plantar isoladamente, combinando variedades com flores de cores diferentes ou junto a outros arbustos.

 Não convém sombra muito densa mas é importante que permaneçam parte do dia a coberto do Sol. A melhor localização é em zona de sol-sombra, debaixo de grandes árvores que atenuem o efeito dos raios solares.

 O solo deve ser abundante matéria orgânica. É importante mantê-lo húmido mas com drenagem adequada para evitar o encharcamento.

São plantas resistentes, que podem atingir até 2 metros de altura, mas geralmente é encontrada em variedades de porte médio e mini, ideais para vasos e peitoris de janelas.

MAGNÓLIA (MAGNOLIA LILIFLORA)

 rubicer-blog-06

Quando florida, a magnólia é uma das árvores mais exuberantes para se ter num jardim.

Para quem mora em locais de inverno ameno, a magnólia é uma das árvores floridas mais adequadas. De copa arredondada e crescimento lento, ela é de grande porte e pode chegar a 5 m de altura.

As pétalas das flores são densas e em tons de rosa, violeta e branco. Quando estão fechadas, têm formato de tulipas, e florescem no final do inverno, quando a árvore está sem folhas.

Como estrela única do jardim, a magnólia não é a mais indicada, já que ela perde o seu charme na época em que não está florida. Porém, pode ser combinada a outras árvores de tons frios ou a conjuntos de folhagens verdes que floresçam durante todo o ano.

METROSIDERO EXCELSA SOL.

 rubicer-blog-07

O Metrosidero é uma árvore muito comum nos Açores

O Metrosidero é uma árvore de folha persistente, que pode atingir em solos férteis e profundos até 20 m de altura e outro tanto de largura. Por aceitar muito bem a poda, é uma planta que se consegue manter com porte arbustivo. É uma planta cada vez mais utilizada para formar sebes densas em ambientes mais adversos. A sua flor é vermelha e surge entre maio e julho, muito atrativa para as abelhas pela quantidade de néctar que contém.

 As folhas são verdes brilhantes no topo e cinzentas claras com uma penugem na base.

Também pode ser chamado simplesmente por metrosidero, árvore do fogo ou ainda pinheiro de Natal da Nova Zelândia, já que no hemisfério Sul o metrosidero enche-se de flor vermelha em dezembro e janeiro.

 PORCELANATOS E PEDRAS PARA O JARDIM

O jardim com árvores em flor fica ainda mais bonito com revestimentos de porcelanato e ou pedra Natural. Eles podem dar um ar clássico, quando reproduzem o mármore, ou rústico, quando são semelhantes à madeira ou ao cimento. Além disso, trazem organização visual e tiram o ar totalmente florestal do ambiente.

Veja alguns modelos que você pode encontrar na Rubicer.

AUTHENTIQUE BOREAL 20X120

 rubicer-blog-08

Porcelanatos que imitam a madeira, como o Authentique Boreal, combinam com jardins e trazem refinamento ao espaço.

Você pode ter um jardim elegante e sustentável com um revestimento que apenas reproduz a textura da madeira. Com o Authentique Boreal, da Rubicer, é possível levar o chão de soalho para o seu jardim, mas com a facilidade de limpeza e durabilidade do porcelanato.

MOTION 60x60cm

 rubicer-blog-08

Porcelanato Motion tem superfície que imita cimento em formato 60x60cm.

Ideal para pisos, o porcelanato Motion reproduz o cimento, dando um toque natural e deixando a combinação nos jardins ainda mais interessante. Ele pode ser usado, por exemplo, para separar árvores em nichos.

OUTDOOR AVALON 90x90cm

 rubicer-blog-09

Outro exemplo de textura de cimento numa simbiose perfeita com o ambiente externo. O Avalon da linha Outdoor, com o seu grande formato 90x90 fica espectacular no exterior e pode ser combinado com a mesma textura em acabamento natural para a sua sala.

Para harmonizar as árvores e o porcelanato, o ideal é contar com a ajuda de um paisagista. Através de plantas baixas, imagens 3D dos espaços internos e externos e até mesmo desenhos à mão, ele desenvolve projetos de paisagismo para sua casa.

Subscreva a nossa newsletter
Sempre actualizado
Rubicer 2020 - Todos os direitos reservados|www.loja.rubicer.pt